Tranças Feias e Tranças Bonitas: Google Preconceituoso? Entenda…

Entenda a polêmica das tranças feias e tranças bonitas e veja se o Google pode ser considerado preconceituoso…

Nos últimos dias, surgiu nas redes sociais uma polêmica sobre os resultados do Google, mais precisamente quando as pessoas pesquisam no Google os termos “tranças feias” e depois “tranças bonitas”.

Aparentemente, no caso das tranças feias, são mostradas fotos de mulheres negras com tranças. Já, ao pesquisar tranças bonitas, são mostradas imagens de mulheres loiras com tranças. Continue lendo para entender mais sobre o caso…

Tranças Feias e Tranças Bonitas Google Preconceituoso Entenda tudo

Tranças Feias e Tranças Bonitas – Entenda o caso | Foto: Matthew T Rader – Unsplash

Tranças Feias e Tranças Bonitas

A polêmica das tranças feias x tranças bonitas foi divulgada no perfil do Twitter da usuária Kananda Mesmo (@amigasdobrega), que levantou a diferença de resultados entre as duas pesquisas.

Ela acabou excluindo o post, contudo, é possível ver as respostas ao tópico aqui neste site. A maioria das respostas são reações de espanto e raiva. No entanto, também existem alguns usuários que falam sobre o algoritmo do Google e sobre o blog que postou as imagens.

O comediante Thiago Ventura fez um vídeo no Instagram, depois de receber uma imagem pelo WhatsApp. No vídeo, ele gravou a tela enquanto fazia a pesquisa e mostra os resultados. Veja o vídeo abaixo:

View this post on Instagram

°•. AZIDEIA 🤦🏽‍♂️

A post shared by T H I A G O V E N T U R A (@othiagoventura) on

O Google é preconceituoso?

A busca do Google é realizada por uma Inteligência Artificial, um robô que vasculha a internet atrás dos resultados mais relevantes para aquela determinada pesquisa que você está realizando.

No entanto, o robô não consegue “enxergar” as imagens, como nós humanos. Por isso, para entender sobre o que elas se referem, ele depende da legenda das fotos, nome dos arquivos e textos alternativos das imagens.

“Tranças Feias”

No presente caso, quando pesquisamos “tranças feias” no Google, as primeiras imagens que aparecem são de um artigo do blog Inspiração Negra: “70 Fotos que provam que tranças deveriam ser consideradas Obras de Arte”.

Neste artigo, no primeiro parágrafo, o texto trazia um trecho com os seguintes dizeres: […] chega ser irritante que tranças são consideradas ‘feias’ e ‘não profissionais’. […]

Com isso, o robô do Google, ao ver as palavras “tranças” e “feias” na mesma frase, entendeu que era disso que se tratava as imagens. Mas, logicamente, não é o caso. Acontece que o robô ainda não tem inteligência suficiente para saber disso.

No entanto, um usuário já alertou o respectivo blog nos comentários, e os responsáveis já substituíram o texto, removendo a palavra “feias”. Agora ficou assim: “chega ser irritante que tranças são consideradas ‘fora do padrão’.” Assim, é de se esperar que os resultados do Google sejam diferentes para esta pesquisa, dentro dos próximos dias.

Vídeo explicativo

Veja, abaixo, o vídeo explicativo que a Jornalista e Especialista em Marketing, Larissa Braga Veloso, fez sobre o assunto em seu perfil no Instagram:

Tranças bonitas

No caso dos resultados da pesquisa por “tranças bonitas”, as principais imagens mostradas trazem as palavras “tranças” e “bonitas” no título do artigo e/ou no título do site.

Assim, aconteceu praticamente a mesma coisa: o robô do Google encontrou as palavras nos artigos e associou as imagens à pesquisa realizada.

Conclusão

É fato que o preconceito ainda existe, infelizmente. No entanto, especialmente neste caso, acreditamos que foi apenas uma triste combinação do algoritmo, pelo fato de o robô do Google ainda não conseguir interpretar as imagens completamente (pelo menos não como nós, humanos).

Vale salientar que toda forma de preconceito é intolerável, e deve ser combatida sempre!

E você, qual é a sua opinião sobre esse episódio das “tranças bonitas e tranças feias”? Deixe nos comentários no final da página…

 




Deixe um Comentário