Como Sair das Dívidas do Cartão de Crédito

O cartão de crédito ajuda bastante nas compras do dia-a-dia, especialmente pela possibilidade de dividir em várias prestações.

No entanto, é muito comum cairmos na tentação de usar demais o cartão e, com isso, acabamos nos endividando, pagando juros altíssimos.

Veja, agora, como sair das dívidas do cartão de crédito de uma vez por todas…

Como sair das dívidas do cartão de crédito

Como Sair das Dívidas do Cartão de Crédito

Para quitar as dívidas do cartão de crédito, você precisa seguir alguns passos importantes.

Em primeiro lugar, você precisa fazer uma lista de todas as suas despesas mensais, e ver quais delas você paga com o seu cartão.

Depois disso, deve fazer uma lista de prioridades, para saber quais dessas despesas você pode cancelar, eliminando assim os gastos desnecessários no cartão.


Como Sair dos Juros Altos do Cartão de Crédito

Como já dito no início, os cartões de crédito costumam cobrar juros altíssimos, o que acaba aumentando bastante a dívida, em caso de pagamento mínimo da fatura.

Para fugir disso, uma primeira opção seria parcelar a fatura do cartão, com juros menores, o que já representa uma melhora no cenário.

No entanto, existe uma alternativa melhor: fazer um empréstimo com juros mais baixos ainda para quitar toda a dívida do cartão de crédito.


Parcelamento de Fatura ou Empréstimo?

Para saber qual é a melhor opção para você sair das dívidas do cartão, vamos ver um comparativo rápido entre os juros do parcelamento de fatura e do empréstimo.

Mas antes, para termos uma base, os juros médios cobrados pelos cartões de crédito são de aproximadamente 12,5% ao mês.

Os juros do parcelamento da fatura do cartão ficam na média de 8,5% ao mês, e os juros dos empréstimos são de 6% ao mês, em média.

Como quitar dívidas do cartão de crédito

Empréstimos Consignados / Com Garantia de Imóvel

Além disso, é possível encontrar empréstimos com juros na faixa de 3% ao mês (ou ainda menores), nas modalidades de empréstimos consignados, empréstimos com garantia de imóvel etc.

Ou seja, como podemos ver, é bem mais vantajoso fazer um empréstimo para quitar as dívidas do cartão de crédito, do que ficar pagando os altos juros cobrados no crédito rotativo.

Só certifique-se de que o valor da parcela do empréstimo cabe no seu orçamento, para que não haja dificuldades em efetuar o pagamento das prestações em dia.


Conclusão

Se você tem uma dívida grande no cartão de crédito e está com dificuldades para pagar, vale a pena estudar a possibilidade de fazer um empréstimo para quitar tudo.

Dessa forma, você fica livre dos altos juros cobrados pelos cartões de crédito, o que facilita e muito o processo rumo a uma vida sem dívidas.

Mas, além disso, é fundamental que você evite ao máximo fazer compras desnecessárias no cartão de crédito. Do contrário, pode se endividar novamente em pouco tempo.

Deixe um Comentário