Greve dos Caminhoneiros – Aumento do Combustível Gera Nova Paralisação

Entidades anunciam nova greve dos caminhoneiros, em razão do aumento do combustível. A paralisação deve se iniciar em breve. Saiba mais…

A Petrobras anunciou um novo aumento da gasolina, diesel e gás de cozinha, em razão da alta do barril de petróleo no mercado internacional, ocasionada principalmente pela guerra entre Ucrânia e Rússia.

Com isso, os líderes dos caminhoneiros já anunciaram uma nova paralisação, pois o aumento do diesel inviabiliza o frete, segundo eles. Veja mais informações, abaixo…

Greve dos Caminhoneiros

Greve dos Caminhoneiros – Aumento do Combustível Gera Nova Paralisação

A Petrobras anunciou, nesta quinta (10), um aumento de 25% no valor do diesel, 19% no valor da gasolina e 16% no valor do gás vendido às distribuidoras.

Em razão disso, as empresas e entidades de caminhoneiros informaram, em comunicado, que o reajuste do diesel inviabilizou o frete e que as frotas ficarão paradas.

O assessor da presidência da Confederação Nacional de Transportadores Autônomos (CNTA), Marlon Maués, disse que se trata de uma paralisação técnica e sem bloqueios nas estradas. A entidade afirma, ainda, que “o aumento fez com que o sistema entrasse em colapso”.

O presidente da Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava), Wallace Landim – o Chorão, uma das lideranças da greve de caminhoneiros de 2018, explica que todos os produtos vão ficar mais caros, com os aumentos sendo repassados ao frete dos caminhoneiros.


Quando Vai Começar a Greve dos Caminhoneiros?

Os transportadores de carros e de combustíveis decidiram parar os caminhões em suas bases e não fazer novas viagens. A paralisação começa a partir desta sexta-feira, 11.

Em comunicado divulgado ontem, as empresas disseram que o aumento dos combustíveis anunciado pela Petrobras inviabilizou o frete, e que a frota ficará parada até que as condições financeiras sejam restabelecidas.

Quem estiver com cargas em andamento, a orientação é para que terminem as entregas e então voltem para as suas bases.


Aumento do combustível e paralisação dos caminhoneiros afetam toda a população

Com o aumento do combustível sendo repassado para o frete, todos os produtos vão encarecer nos supermercados, lojas e shoppings.

Por outro lado, com o aumentos dos custos, muitas viagens podem se tornar inviáveis economicamente para as empresas transportadoras e caminhoneiros autônomos, o que gera uma nova paralisação dos caminhoneiros, já que ninguém vai trabalhar no prejuízo.

Como consequência do aumento do combustível e da greve dos caminhoneiros, além de os produtos ficarem mais caros para o consumidor, pode haver o risco de desabastecimento geral de produtos.

Paralisação dos Caminhoneiros

Vários setores são afetados pelo aumento do Diesel

Segundo Maués, da CNTA, a situação está semelhante à greve dos caminhoneiros de 2018. “Hoje há um descontentamento geral com a situação, seja por parte das transportadoras, agronegócio e outros agentes da sociedade.”

Ele lembra que, além dos caminhões, colheitadeiras, trens e ônibus também usam diesel. Dessa forma, segundo ele, o movimento contrário ao aumento dos combustíveis deve ser em conjunto com toda a sociedade. “O caminhoneiro não pode ser usado como massa de manobra.”

Fonte: Época

 

Deixe um Comentário