Eletrocardiógrafo: Como Escolher um bom Aparelho?

Saiba como escolher um bom eletrocardiógrafo…

Atualmente há uma infinidade de modelos e marcas de eletrocardiógrafo disponíveis, sendo que cada um apresenta particularidades distintas específicas para determinadas utilidades.

Contudo, há algumas características que são importantes na hora de escolher um eletrocardiógrafo, sendo assim, elas devem ser prezadas durante a escolha do modelo ideal.

Eletrocardiógrafo: Como escolher um bom aparelho?

Eletrocardiógrafo: Como escolher um bom aparelho?

Eletrocardiógrafo: Como escolher um bom aparelho?

Como esse equipamento é utilizado na realização de exames complexos e importantes, a sua especificação técnica tem que ser minuciosa e contar com certificações e detalhes normativos, pois além de um exame preciso e real, você deve prezar por adquirir um produto que não apresentará problemas.

Mas como escolher o melhor eletrocardiógrafo é a grande questão. Por isso, confira a seguir algumas dicas de como escolher o melhor modelo de eletrocardiógrafo.

O que é um eletrocardiógrafo?

Antes de falarmos sobre o melhor modelo, devemos mencionar algumas informações importantes como o que é esse aparelho e quais as suas principais funções. Esse aparelho bastante utilizado pelos cardiologistas é o um equipamento indispensável para a realização do exame ECG – Eletrocardiograma. Sendo assim, a sua principal função é registrar variações da atividade elétrica gerada pelo coração.

O eletrocardiógrafo é composto por sensores que são ligados ao tórax, tornozelos e punhos do paciente. Contudo, alguns médicos e técnicos realizam o exame com sensores apenas no tórax. De um modo geral, o exame pode variar um pouco dependendo da situação do paciente, das condições do exame e também das funcionalidades do aparelho.

   
 

Principais modelos do eletrocardiógrafo

Com o avanço das tecnologias, diversos modelos deste aparelho foram criados para que os exames de eletrocardiograma se tornem mais precisos e funcionais. Veja a seguir alguns modelos desse aparelho e suas principais funcionalidades:

Elétrico ou a bateria

Os modelos disponíveis no mercado contam com essas duas opções, podendo ser elétrico ou a bateria. Essa questão deve levar em consideração a sua necessidade, pois se você precisa transportar frequentemente o aparelho, então o mais recomendado é que ele seja a bateria.

Contudo, os aparelhos elétricos podem ser mais baratos simplesmente por não serem portáteis. Caso você pretenda utilizá-lo apenas em um consultório médico, o aparelho elétrico pode ser o mais viável por causa do valor. Mas se os valores forem equivalentes, o produto a bateria sem dúvidas é o mais indicado.

 Cinco ou dez vias

As cinco ou dez vias são as opções disponíveis no mercado para os tipos de cabo utilizados no exame de eletrocardiograma. Cada um dos aparelhos utilizados no exame é composto especificamente por um tipo de cabo, ou número de vias. No caso dos cabos de dez vias, ou o tipo de cabo maior, os exames conseguem captar até doze derivações, o que permite uma análise mais verdadeira dos fatos.

De uma forma mais resumida, os cabos maiores são mais utilizados por clínicas médicas, onde há a necessidade de seis peras de sucção e o auxílio de 4 clipes. Já os cabos menores ou de cinco vias, são mais utilizados pelos profissionais que atuam na medicina do trabalho, pois há a necessidade de apenas uma pera de sucção.

Informações complementares

Além dessas informações importantes que variam de acordo com a sua necessidade, a escolha do aparelho ideal também deverá ser realizada com base na marca e na reputação do fabricante. Todos os aparelhos de eletrocardiograma devem ser fabricados dentro das regulamentações específicas e devem possuir selos para garantir a sua qualidade. Por isso, escolha o modelo que melhor atenda às suas necessidades, mas sem deixar as certificações de lado.

 




Deixe um Comentário