Dicas para Comprar Uniformes Profissionais para a Empresa

Confira algumas dicas especiais para comprar uniformes profissionais para a sua empresa…

Muitos empresários optam por adotar o uso de uniformes para seus funcionários. Ambas as partes ganham com essa prática: a empresa, pois os funcionários são facilmente reconhecidos e ainda fazem certa “propaganda” ao transitar com o logo pela rua, e os próprios funcionários que não precisam preocupar-se em “comprar roupas para trabalhar” ou se as roupas escolhidas estão adequadas ao ambiente.

Porém, antes de contratar uma confecção para fazer os uniformes para sua empresa, é necessário ter em mente alguns pontos que devem ser observados para fazer um bom negócio.

Não estamos dizendo que o preço não deve ser levado em conta, mas há itens de qualidade dos quais não se pode abrir mão.

Dicas para comprar uniformes profissionais para a empresa

Dicas para Comprar Uniformes Profissionais para a Empresa

1 – Identificação da sua empresa

Se a sua intenção é identificar os funcionários, os uniformes devem ter o seu logo. E ele se torna mais evidente se estiver disposto na parte de cima do uniforme.

Há empresas que utilizam o logo também na calça, mas estampa-lo na camisa, camiseta ou blazer é indispensável. E considere que bordado é sempre melhor do que silk screen, por exemplo.

   
 

2 – Tecidos e modelo profissionais para a empresa

Os melhores tecidos para calça e saia são os de poliéster. Já para camisas, o ideal são os que combinam algodão com algum fio sintético, pois não amassam demais e nem inibem a transpiração do corpo no verão. E não é só isso: o modelo também deve ser agradável, tanto esteticamente quando no quesito conforto.

Afinal, seus funcionários passarão o dia todo, a semana toda vestindo os uniformes. É necessário que se sintam confortáveis para trabalhar e com um visual que passe seriedade e confiabilidade também. Afinal, serão uma forma de apresentação da sua empresa.

3 – Leve em consideração a quantidade

Se a quantidade de uniformes que você precisar for grande, você pode considerar comprar direto da fábrica. Algumas empresas aceitam encomendas diretas baseadas em quantidades mínimas, você somente precisará aguardar o tempo de entrega.

E nestes casos, vale comprar algumas peças a mais para manter em estoque para eventuais necessidades, como uma nova contratação, por exemplo. Isso porque, caso você precise de uma pequena quantidade complementar depois, o valor cobrado não será o mesmo.

4 – Numeração

Você já reparou como as numerações de roupas podem variar de uma confecção para outra? Assim funciona com os uniformes.

De preferência, escolha fazer seus uniformes numa empresa que siga o padrão ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Caso contrário, procure ver amostras ou solicite uma tabela de medidas para se certificar.

5 – Etiquetas e garantias

Verifique se as peças vieram devidamente etiquetadas assim que recebê-las. Ela deve conter três etiquetas: uma com a numeração, outra com a composição do tecido e a outra com os dados do fabricante. Quaisquer divergências devem ser comunicadas imediatamente.

Questione também quanto à garantia do produto. Imagine que essas peças que você comprou a mais ficarão guardadas ainda por um tempo antes de ser usadas.

Daí a importância de contar com alguns meses de garantia para problemas de fabricação, que só poderão ser notados quando a peça for colocada em uso.