Diferentes Formas de Citações

Veja quais são as diferentes formas de citações de outras obras, livros e autores, de acordo com as normas da ABNT…

Devemos utilizar as citações em textos técnicos e científicos por dois motivos principais: em primeiro lugar é que se trata de uma norma a citação de outros autores publicados para atestar aquilo que estamos afirmando, alicerçados em autores que já possuem reconhecimento científico.

Em segundo lugar, quando fazemos a citação, estamos atribuindo ao devido autor a ideia, apresentando um texto honesto, reconhecendo a importância do autor citado.

diferentes formas de citacoes abnt livros autores obras citacao direta indireta

Diferentes Formas de Citações – ABNT

Qual a finalidade das citações?

A citação é feita para confirmar a credibilidade do texto técnico ou científico que estamos passando aos nossos interlocutores, mostrando que as ideias apresentadas possuem fundamento, comprovando assim que o trabalho escrito foi resultado de uma investigação, envolvendo seriedade e comprometimento.

As citações, assim, melhoram a qualidade científica do texto apresentando, possibilitando ao leitor comprovar a fonte de que a ideia foi extraída, permitindo que um eventual investigador possa aprofundar ainda mais o seu conhecimento sobre o tema em discussão.

Citações que colocamos em trabalhos acadêmicos devem seguir algumas características, mediante os critérios definidos pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Quais são as formas de citação?

Dependendo do texto e do que está sendo passado ao leitor, as citações podem ser de diversos tipos:

1. Citação direta

A citação direta é a transcrição literal de parte da obra consultada, conforme a NBR 10520. Assim, a recomendação é que todos os elementos textuais sejam respeitados, como a ortografia, os sinais gráficos e a pontuação, entre outros, tornando a citação direta uma cópia fiel do que foi pesquisado.

Veja o exemplo: Teixeira (1998, p. 35)

2. Citação direta curta

A citação direta curta deve atender ao limite máximo de três linhas, sendo inserida entre aspas no interior do parágrafo, devendo conter o sobrenome do autor, ou dos autores, acompanhado da data da publicação e do número da página consultada.

O sobrenome do autor e a data e número da página também podem ser colocadas no final da citação, dependendo do texto que está sendo aplicado.

3. Citação direta longa

Quando fazemos uma citação direta com mais de três linhas, considerada uma citação direta longa, devemos coloca-la em um parágrafo distinto, obedecendo as regras de espaço simples de entrelinhas, com recuo de 4 cm de margem esquerda e formatado em fonte tamanho 10, também inserindo, antes da citação, no próprio texto do trabalho, o sobrenome do autor ou autores, a data da publicação e o número da página.

4. Citação direta: citação da citação

Neste caso, como o próprio nome demonstra, estamos tratando da citação de parte de um texto encontrado em um determinado autor pesquisado, referente a outro autor, em virtude de não havermos tido acesso à obra direta. Assim, estamos citando alguém que citou o autor que pesquisamos em um outro trabalho.

Neste caso, é recomendado utilizar a citação da citação somente quando não houver qualquer possibilidade de acesso ao documento que originou a citação. A indicação, neste tipo de citação deve ser feita utilizando-se a expressão latina “apud” (cujo significado é “citado por”).

No texto acadêmico essa modalidade deve ser tratada colocando-se o autor do documento consultado, isto é, o não original, seguido da expressão “apud” (citado por), em formato normal, sem precisar colocar em itálico, e, em seguida o autor da obra consultada.

Na citação da citação, o modelo é: Para Apple (1994 apud MOREIRA; SILVA, 2002, p. 39).

5. Citação direta: omissão

A omissão num citação direta é caracterizada como um recurso utilizado apenas quando não seja necessário citar o texto em seu formato integral, embora deva haver a preocupação de manter o sentido original do texto, apresentando claramente a ideia a que nos referimos.

No texto, o recurso é sempre indicado por reticências entre colchetes, colocados no local em que suprimimos parte da referência: […].

6. Citação indireta

Podemos fazer uma citação indireta como uma paráfrase das ideias de um autor, ou seja, o próprio pesquisador utiliza de suas palavras para interpretar o discurso de um autor, mantendo o mesmo sentido. Mesmo assim, devemos citar o autor ou autores e o ano em que a obra foi publicada; “segundo Apple (1994 apud MOREIRA, 2002), o texto…” A citação indireta também pode ter o autor no final do parágrafo.

>> Confira mais sobre Trabalhos Escolares e Educação, acesse: Portal Sua Escola

Receba mais artigos como este em sua caixa de entrada

Assine a nossa lista VIP e receba as atualizações direto no seu e-mail.