Como Investir na Bolsa de Valores: Tutorial Simples

Como Investir na Bolsa de Valores – Aprenda a investir em ações de uma forma bem simples, e saiba tudo o que você precisa fazer para começar a investir agora mesmo…

Há um ditado popular que afirma que ou você nasce milionário, ou se casa com um, ou ganha na Loteria. Contudo, existe uma quarta opção onde é possível conquistar o tão sonhado “milhão”, conforme afirmam vários especialistas do setor. Essa opção é a Bolsa de Valores.

Entretanto, por se tratar de um investimento com um certo grau de risco, é indispensável o aprofundamento no assunto antes de começar a investir.

Por isso, se você deseja começar a investir na Bolsa de Valores, confira algumas dicas e links úteis que podem te auxiliar nesse processo.

como investir na bolsa de valores

Como investir na Bolsa de Valores / Foto: Rafael Matsunaga / Flickr

Como Investir na Bolsa de Valores

Hoje em dia, é possível aprender muita coisa sobre a Bolsa de Valores através da internet. A própria BM&F Bovespa disponibiliza em seu site um tutorial bem explicativo.

Em uma rápida pesquisa no Google você encontra milhares de artigos sobre o assunto, e no YouTube você encontra vários vídeos sobre o tema também. Sem falar, ainda, nos diversos cursos online que estão disponíveis na rede mundial de computadores.

Em uma breve explicação, o objetivo principal da negociação de ações é você comprar determinada ação de uma empresa por um valor mais baixo, e vendê-la depois por um valor mais alto, retirando, assim, o seu lucro dessa operação.

Para se decidir sobre a compra, os investidores utilizam a chamada “Análise Técnica”, ou a “Análise Fundamentalista” (ou as duas em conjunto).

A Análise Técnica consiste em verificar o histórico de determinada ação no tempo, através de gráficos, onde é possível determinar se a ação tende a subir ou baixar através de formações específicas no desenho do gráfico.

Já a Análise Fundamentalista, por sua vez, é baseada na verificação de relatórios da empresa, o seu desempenho, as atividades, as últimas notícias referentes à companhia etc.

Não é possível definir qual é a melhor opção, sendo certo que existem investidores de sucesso que se utilizam tanto de uma quanto de outra forma.

Como investir na Bolsa de Valores – Simuladores

Além de estudar e aprender sobre a Bolsa de Valores, você também pode participar de simuladores, onde você faz basicamente as mesmas operações que faria se estivesse operando de verdade no mercado (mas sem correr o risco de perder dinheiro). 🙂

O cadastro nos simuladores é gratuito e o aprendizado não tem preço. Além disso, você concorre a diversos prêmios.

Segue alguns simuladores para você escolher:

Folha Invest

UOL Invest

– SimulaBolsa

Como Operar na Bolsa de Valores

Somente depois de ter aprendido como investir na Bolsa de Valores, e experimentado os simuladores, é que é recomendável começar a operar no mercado de ações.

Para tanto, você deverá abrir conta em uma Corretora de Valores. A Corretora será a intermediária entre você e a Bolsa de Valores. É ela quem executará as ordens de compra e venda das ações que você enviar.

Contudo, atualmente, todo o processo de compra e venda é feito automaticamente pela internet, através de um programa que a Corretora irá disponibilizar para você, o “Home Broker”. Com ele, você pode operar na Bolsa de qualquer lugar do mundo (desde que tenha acesso à internet, é claro).

Basicamente, as Corretoras cobram uma porcentagem sobre o valor de compra das ações (ou então um valor fixo, independentemente do valor). Você encontra corretoras que cobram taxas mínimas como R$ 5,00 (cinco reais) por cada ordem enviada, seja ela de R$ 1.000,00, R$ 10.000,00 etc.

Além disso, existe também a chamada Taxa de Custódia, que é cobrada por algumas Corretoras para manter as ações na sua Carteira. Entretanto, existem várias corretoras que não cobram essa taxa. Por isso, é recomendável que você pesquise bem as corretoras para encontrar aquela que melhor lhe atenda.

*Para aprender mais sobre o papel das Corretoras e as tarifas cobradas por cada uma, consulte a lista de Corretoras no portal da BM&F Bovespa (para abrir conta, é só acessar o site da Corretora escolhida e efetuar o cadastro).

Conclusão

A Bolsa de Valores certamente é um investimento mais arriscado que a Poupança, por exemplo. Contudo, a possibilidade de se obter melhores ganhos é bem maior.

Além disso, existem ferramentas que lhe permitem controlar o risco, como o “stop loss”, que envia uma ordem de venda automática quando o preço da ação está em queda.

Ou seja, você pode determinar previamente um valor que, ao ser atingido, o próprio sistema venderá as ações pra você – de forma automática, impedindo que você perca mais do que aquele limite que definiu como razoável.

A verdade é que depender apenas da Poupança para multiplicar o seu dinheiro é uma tarefa bastante complicada. Por isso, é muito importante que você diversifique sempre os seus investimentos entre Poupança, Ações, Tesouro Direto, dentre outros.

*Se restou alguma dúvida sobre como investir na Bolsa de Valores, deixe nos comentários abaixo! E lembre-se de compartilhar este artigo com seus familiares e amigos! 🙂

Receba mais artigos como este em sua caixa de entrada

Assine a nossa lista VIP e receba as atualizações direto no seu e-mail.