Bloqueio do Whatsapp no Brasil pela Justiça

A Justiça determinou o bloqueio do Whatsapp no Brasil, a partir das 00h desta quinta-feira (17/12/2015). As operadoras de telefonia afirmaram que irão cumprir a decisão.

bloqueio do whatsapp no brasil pela justica

Whatsapp Bloqueado – Imagem: Wikipédia

Bloqueio do Whatsapp no Brasil

Nesta quarta-feira, dia 16, as operadoras de telefonia foram surpreendidas com uma determinação judicial para bloquear o Whatsapp no Brasil, a partir das 00h desta quinta-feira, por um período de 48 horas, sob pena de multa.

Através do SindiTeleBrasil (Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal), as operadoras afirmaram que vão cumprir a decisão de bloquear o acesso ao Whatsapp no período determinado.

A determinação judicial veio da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo, por meio de uma medida cautelar. O autor da ação ainda está mantido sob sigilo. Trata-se, aparentemente, de uma investigação sobre uma possível quebra de sigilo de dados.

Whatsapp Bloqueado – Alternativas ao App de Mensagens

Caso as operadoras de telefonia realmente deixem o Whatsapp fora do ar, e você não queira ficar sem se comunicar com seus amigos, segue alguns aplicativos de mensagens similares ao Whatsapp:

Viber

Facebook Messenger

Skype

Telegram

Hangouts

WeChat

Whatsapp fora do ar – Consequências

Segundo levantamento recente divulgado pelo Ibope, o Whatsapp é o aplicativo mais utilizado pelos brasileiros, totalizando 93% dos usuários de internet. O Facebook aparece em segundo lugar, com 79%, o YouTube em terceiro lugar, com 60%, e o Instagram em quarto lugar, com 37% dos internautas brasileiros.

A interrupção de um serviço essencial no dia-a-dia dos brasileiros como o Whatsapp é algo extremamente delicado, pois além de utilizar o aplicativo para se comunicar com amigos e familiares, muitas pessoas e empresas também usam o app para realizar negócios.

Com o Whatsapp fora do ar, muitas dessas pessoas e empresas irão perder de fechar novos negócios, o que acarreta em prejuízo direto – especialmente em época de final de ano, onde há um aumento natural do consumo de bens e serviços.

Resta aguardar um posicionamento oficial do Whatsapp, que provavelmente irá recorrer da decisão.

Fonte: Folha de São Paulo

Receba mais artigos como este em sua caixa de entrada

Assine a nossa lista VIP e receba as atualizações direto no seu e-mail.